19/02/13 15:43

Obras de ampliação da Av. do Contorno

Autopista Fluminense inicia nova etapa das obras de ampliação da Avenida do Contorno


São Gonçalo, 19 de fevereiro de 2013 – A Autopista Fluminense deu início à limpeza do terreno para o desmonte de 40 mil metros cúbicos de rochas, intervenção que compõe as obras de ampliação de capacidade da Avenida do Contorno, em Niterói – região com maior movimentação de veículos do trecho da BR-101 RJ Norte administrado pela concessionária, com cerca de 90 mil veículos por dia. Máquinas e operários trabalham às margens da pista sentido Espírito Santo, no km 321,1, em frente ao Estaleiro UTC. O desmonte de rocha será feito a frio, sem detonação de explosivos, o que exigiria um isolamento da área do entorno da via, com a evacuação de moradores, paralização temporária das atividades dos estaleiros e fechamentos das duas pistas da Avenida do Contorno.

Todo material pétreo retirado da rocha – cerca de 80 mil toneladas ou o suficiente para encher mais de dez mil caminhões de médio porte, será utilizado nas obras. O escoamento desse material será feito no período noturno. As intervenções são planejadas de forma a gerar o menor impacto possível no dia-a-dia dos usuários da rodovia.

Também estão em construção as 66 vigas (cada uma pesando 70 toneladas) necessárias para implantação do novo viaduto sobre o pátio Leopoldina Railway (antiga estação ferroviária do Barreto), que terá cerca de 350 metros de extensão e onde atualmente está localizado o canteiro de obras e o pátio de vigas. Para a construção do novo viaduto, serão utilizados 4,6 mil metros cúbicos de concreto e cerca de 1.500 toneladas de aço.

Nesta etapa de intervenções para a ampliação da capacidade da Avenida do Contorno, são gerados em torno de 180 empregos diretos – número que pode chegar a 250, com priorização de mão de obra local. Com previsão de dois anos de execução, a obra é uma das mais importantes do contrato de concessão firmado entre a Autopista Fluminense e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O projeto de ampliação de capacidade da Avenida do Contorno prevê o alargamento da pista atual de duas faixas de rolamento sem acostamento para três faixas de rolamento com acostamento, o que possibilitará utilizar o acostamento da via como quarta faixa para o tráfego de veículos durante operações especiais em feriados e finais de semana. Também serão construídos pontos de ônibus adequados para o embarque e desembarque de passageiros

A Avenida do Contorno

Inaugurada no início dos anos 1960, a Avenida do Contorno foi criada para fazer a ligação das áreas portuárias e ferroviárias de Niterói e São Gonçalo, além de melhorar as condições viárias entre as duas cidades. Com a inauguração da Ponte Rio-Niterói, em 1974, o tráfego de veículos na via aumentou e sua ampliação de capacidade tornou-se uma necessidade.

Atualmente com 2,2 quilômetros de extensão, a “Contorno” - como é popularmente conhecida - recebe o fluxo de veículos proveniente das cidades de Niterói, Rio de Janeiro e outras da região metropolitana com destino à rodovia Niterói–Manilha e as regiões de São Gonçalo e Itaboraí. Visto como um dos principais gargalos rodoviários do Estado do Rio de Janeiro, este trecho recebe mais de 90 mil veículos por dia e devido à sua geometria, as retenções nos horários de pico são inevitáveis e se agravam nos finais de semana e feriados – o que aumenta a emissão de gases poluentes na atmosfera e o tempo de deslocamento.

Sobre a Autopista Fluminense - Concessionária responsável, desde 2008, por 320 quilômetros da rodovia BR-101/RJ, do trecho que vai da ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói (RJ), até a divisa com o Espírito Santo. A Autopista Fluminense, com sede social localizada na cidade de São Gonçalo (RJ), local para onde deverão ser encaminhadas todas as comunicações legais, se constitui em pessoa jurídica distinta de Arteris S.A. (sua controladora societária).