29/11/17 11:07

Campanha Tô de Cinto, Tô Seguro em Niterói (RJ)

Ação acontece amanhã no Terminal Rodoviário Roberto Silveira, Avenida Feliciano Sodré, S/N, Centro, Niterói-RJ.

Autopista Fluminense faz campanha para incentivar uso de cinto de segurança nos transportes coletivos

Segundo a Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, o dispositivo pode reduzir em 45% o risco de morte se usado no banco da frente e em 75% no banco de trás

São Gonçalo, 29 de novembro - Empenhada em ações que levem à redução do número de mortos e feridos na rodovia, a Autopista Fluminense, concessionária do Grupo Arteris e que administra os 322 quilômetros da BR-101 RJ/Norte entre a divisa ES/RJ e Niterói, promoverá nesta quinta-feira (30) a campanha “Tô de cinto, tô seguro”, em parceria com Polícia Rodoviária Federal, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), concessionária Novo Rio, administradora do Terminal Rodoviário Roberto Silveira, e com estudantes da E. M. Altivo César, de Niterói, no Terminal Rodoviário da cidade. Os alunos entregarão aos passageiros folhetos com dicas de segurança e “fiscalizarão” se todos estão com os cintos afivelados – em caso negativo, eles serão orientados a utilizar o equipamento de segurança, tão importante em casos de acidente. O objetivo da atividade é atingir, principalmente, empresas e usuários de transporte coletivo.

O uso do dispositivo para todos os ocupantes do veículo é obrigatório e o não cumprimento dessa norma é passível de multa. A infração por passageiro sem cinto é considerada grave pelo Código de Trânsito Brasileiro e gera a perda de cinco pontos na carteira. A lei é válida para todas as vias do território nacional, rodovias e cidades.

A prática do uso do dispositivo de segurança ainda é reduzida no Brasil. Uma pesquisa realizada em 2015 pelo Ministério da Saúde em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que apenas 50,2% da população afirma sempre usar o cinto quando no banco traseiro de carro, van ou táxi. De acordo com pesquisa da Confederação Nacional de Transportes (CNT), apenas 2% dos passageiros de ônibus de viagem utilizam o cinto de segurança no Brasil.

A Associação Brasileira de Medicina de Tráfego aponta que o uso do cinto de segurança no banco da frente pode reduzir em 45% o risco de mortes em acidentes de trânsito. Já no banco de trás, essa redução pode chegar a 75%.

SERVIÇO:

Campanha “Tô de cinto, tô seguro”
Quando: 30 de novembro, das 9h30 às 11h30 e 14h30 às 16h30
Onde: Terminal Rodoviário Roberto Silveira, Avenida Feliciano Sodré, S/N, Centro, Niterói-RJ.

Sobre a Arteris – A Arteris S.A. é uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil em quilômetros administrados, com mais de 3.250 km em operação. Por meio de suas nove concessionárias, a Arteris administra rodovias localizadas nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná, importante eixo econômico e industrial do País. A companhia é responsável pela operação de cinco concessionárias federais: Autopista Fernão Dias, Autopista Régis Bittencourt, Autopista Litoral Sul, Autopista Planalto Sul e Autopista Fluminense. Também detém as concessionárias estaduais Autovias, Centrovias, Intervias e Vianorte, que atuam no interior de São Paulo. A Arteris é controlada pela espanhola Abertis e pela canadense Brookfield e mantém programas permanentes de conscientização. Em 2016, recebeu o Prêmio DENATRAN de Educação no Trânsito, com o Projeto Escola Arteris, programa com foco na humanização do trânsito por meio da cidadania, ética e convívio social. Saiba mais: www.arteris.com.br.

Sobre a Autopista Fluminense - Concessionária responsável por 322 quilômetros da rodovia BR-101/RJ, trecho entre a Ponte Presidente Costa e Silva, em Niterói (RJ), e a divisa entre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo. A Autopista Fluminense tem sede na cidade de São Gonçalo (RJ), local para onde deverão ser encaminhadas todas as comunicações legais, em razão de constituir-se pessoa jurídica distinta de Arteris S.A. (sua controladora societária).